BUSCA POR EMPRESAS
CATEGORIA
ESTADO
CIDADE
Compartilhe:
Min.
Máx.
MATÉRIA
16/08/2020
Vacinação em cães e gatos: qual a importância?

As vacinas ajudam seu cão ou gato a se defender de  agentes que provocam doenças, ensinando o sistema  imunológico a reconhecer e combater um agente  infeccioso.  A vacinação tem dois objetivos, proteger o seu pet  contra doenças infecciosas e proteger as pessoas contra  zoonoses, como por exemplo a raiva e a leptospirose.  A vacinação previne o contágio de um animal para o  outro, ou do animal para as pessoas, pois algumas  doenças dos animais podem passar também para os  seres humanos, como a leptospirose e a raiva. Um filhote não vacinado tem uma grande chance de  contrair uma doença infecciosa e não atingir a idade  adulta. Já os adultos estão sujeitos a adoecer a qualquer  momento quando não vacinados. Vacinação é, portanto, um ato médico muito importante  e uma responsabilidade de saúde pública. Quanto maior  o número de animais vacinados, menor a frequência  de doenças na população. As vacinas devem ser aplicadas de acordo com um  cronograma estipulado pelo Médico Veterinário a partir  dos 45 dias de idade do cão e 60 dias de idade dos  gatos, e devem ser repetidas anualmente. As doenças que mais tiram as vida dos cães, e que  podem ser evitadas pela vacinação, são: Leptospirose,  Parvovirose, hepatite infecciosa, Cinomose, Coronavírus,  Parainfluenza e Raiva. Já os gatos podem contrair doenças como: Panleucopenia,  Rinotraqueite, Calicivirose, Leucemia Felina e Raiva. Todos os cães e gatos devem ser devidamente vacinados,  mesmo aqueles que vivem nas grandes cidades, que  não saem na rua ou animais idosos. O veterinário irá  orientá-lo quanto ao tipo de vacina mais indicado para  o seu pet, dependendo da localização, estilo de vida e  idade dele. A vacinação é de responsabilidade única do Médico  Veterinário, não podendo ser aplicada por outra pessoa,  pois somente o Médico Veterinário está apto a examinar o animal e saber se este está livre de qualquer  enfermidade que possa prejudicar a imunização. Para  que o animal possa receber a vacina, é necessário que  ele esteja saudável, pois enfermidades como a diarreia,  febre, infecções, vermes, pulgas e carrapatos, precisam  ser tratadas antes da vacinação.   Enfim, os animais necessitam das vacinas para terem  uma vida longa e saudável, já que as doenças se  encontram disseminadas em nosso país e são de fácil  transmissão.   

fonte: Clinica Veterinária Amado Bicho

CENTRAL DE ATENDIMENTO
Rua Manoel Viana, 62
Vila Prudente - CEP 03282-035
São Paulo / SP

(11) 4116-3375